Tags

, ,

No mundo profissional da Web, as evoluções acontecem a anos-luz por segundo. É difícil acompanhar, até para quem está no meio. Imagine para os “meros mortais”!

Sempre que falo do meu trabalho surge a pergunta: “Você tem portifólio?”. Percebo, todas as vezes, uma reação misto de surpresa e decepção quando respondo “Não”. Aí tenho que completar com um “Veja bem…”.

O problema é que o profissional de web, hoje em dia, pelo menos no universo das pequenas agências, é o profissional “web tudo”. Ninguém fica mais numa salinha colorida, cheia de brinquedos, andando de patinete e pensando no próximo “design-arrebatador-multi-premiado”.

Poucos se dão ao luxo da especialização (digo exclusiva) em criação. O web tudo faz design – tambem-  mas, geralmente, sua criação é totalmente desvirtuada por sugestões de colegas, chefes e, principalmente, do cliente. Isso é inevitável. Não somos mas as estrelas sagradas, cujos tabalhos intocáveis devem ser adorados e acatados incondicionalmente (nem que seja para evitar um “piti” do “criativo” – aliás, quanta pretensão nesse adjetivo).

Trabalho diariamente em muitos projetos, ao mesmo tempo, em diversos níveis e em conjunto com outros profissionais. Crio design sim – inclusive – mas também faço design e programação de interface, direção de arte, pesquisa e implantação de soluções e novas tecnologias e outras coisas que precisariam, cada uma, de uma explicação própria (e maçante).

Veja o caso de alguns trabalhos em que estive mais próximo do conceito de web designer que o grande público tem:
buffetcallegari.com.br/shmhidraulicos.com.br/graficavektra.com.br/lavadorasebone.com.br/  etc. etc.  Não são “meus bebês”. Também não trabalhei apenas no “visual”. Muita coisa mudou desde a concepção inicial.

De fato, tenho participação em quase todos os projetos da produtora para que trabalho. E não só eu. Todos são trabalhos de equipe (mesmo). Não dá para assumir nenhuma “criança” sozinho e dizer “meu filhinho”. São coisas da vida (digital). Adapte-se ou entre em extinção, Sr. Criativo.